segunda-feira, 11 de julho de 2016

Baixinho de amêndoas bom bom!


Ontem estava com apetites de tarte de amêndoa e fui para a cozinha inventar... Bom, não saiu tarte, mas saiu um bolo de amêndoa muito saboroso, sem açúcar, sem lacticínios e sem glúten! Gostei muito do resultado e confesso que se tivesse provado fora de casa, sem ter sido eu a fazer, dificilmente acreditaria que não tinha nenhum dos ingredientes que falei. Não ficou muito doce, mas os morangos compensaram isso tudo! Além disso, é muito rápido e prático de fazer, em pouco mais de 20 minutos está na mesa. 

Então vamos ao que interessa, a receita...

Ingredientes:
4 Tâmaras Medjool 
4 Ovos
2 Colheres de sopa de óleo de Côco
2 Chávenas de farinha de amêndoa
1/2 Chávena de trigo sarraceno
1 Colher de chá de fermento em pó
1/2 Chávena de água
Nota: para que fique mais doce, basta adicionar mais tâmaras medjool, eu diria o dobro.
Numa taça colocar as tâmaras cortadas e os ovos, triturar bem com a ajuda da varinha mágica. Juntar todos os restantes ingredientes e misturar bem. Colocar numa forma forrada com papel vegetal. Vai ao forno, pré-aquecido a 200º, por 20 minutos. 
Servir quente com morangos frescos. 

Bom apetite e parabéns PORTUGAL!
Aprovado pelo bebé-menino!

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Baby stuff






















Gosto tanto disto! O que será que vai sair daqui?

Cascais II























Parece que a Primavera chegou! Sol, mar, praia, gelado e tricot - combinação bombástica para dar energia, numa semana que está a ser muito difícil...

ps - devo ter meias no Inverno de 2020!

Da escola... em família!

Há escolas especiais, são especiais porque têm pessoas especiais, carinhosas, humildes, humanas e muito criativas!
Dia da Família


Sistema solar e o livro "Uma viagem no espaço" pelo crescido do meio
Japão pelo crescido mõr - Pessoas pelo mundo

Saladinha básica!



Por aqui, uma salada básica leva:
Alface frisada ou francesa
Alface roxa
Rúcula
Tomates
Maça, morangos ou uvas
Coentros
Mangericão
Oregãos
Sementes: girassol, papoila, abóbora

Às vezes também leva beterraba e mozzarela.

Hoje é dia!


Onde não puderes amar...

Onde não puderes amar, não te demores. Frida Kahlo



...
Ninguém perde por dar amor.

quarta-feira, 11 de maio de 2016

O menino dança?

Como sabem, por aqui carregam-se os filhos! 


O vaidoso!

O sabão-pavão está muito vaidoso!




Um sabão "puro azeite" com óleo essencial de litsea cubeba. Para as cores, usei micas. Deu-me muito gozo fazer este sabão especial, inspirado em pavões, feito para uma ocasião não menos especial!
Disponível aqui. Edição limitadíssima!

Sabão solidário

O sabão feito para o workshop solidário a favor do Tiaguinho, está cortado e a curar. Em breve será vendido. O valor total das vendas é para apoiar o Tiago!

Nos bastidores do atelier...

... Acontecem coisas boas!

terça-feira, 10 de maio de 2016

Pós-treino

Pós-treino com bombons artesanais: esquerda - praliné de avelã, direita: trufa 70% cacau. O veredicto dos bombons, em breve!

Eu tenho dois amores!




O sabão "Puro Azeite" e o shampoo natural com jojoba, ovos (das galinhas da avó!) e mel! São dois amores que não podem faltar lá em casa.






Cascais - I

Cascais sempre foi, para mim, um sítio de eleição. Desde muito nova que sou feliz a passear naquelas ruas, ver o mar na praia da Rainha ou na Baía, namorar naqueles recantos. Era, até há uns anos atrás, o único sítio onde se conseguia comer um gelado Santini! 
Praia da Rainha
Praia da Rainha - Baía de Cascais
Nos últimos anos, Cascais tem renascido. O mar tem o mesmo tom lindo de azul, a baía preserva alguma tradição piscatória, as ruelas continuam a ter casinhas coloridas, mas a Vila está mais cuidada, mais limpa e florida, o comércio tradicional renasceu, os restaurantes que ali têm aparecido são perigosamente apetecíveis!

No centro, há um carrossel parisiense, o Moules & Gin, a Hambúrgueria do Bairro, os Crepes da Vila, a RG Livreiros e ... 
RG Livreiros - Uma livraria nova que tem trazido a Cascais muitos autores
Moules & Gin
Hamburgueria do Bairro
... a The Craft Company! Uma retrosaria única e absolutamente maravilhosa onde também há workshops; a dona é uma simpatia e é muito fácil nos perdermos no meio de lãs, fitas, linhas e das máquinas de costura antigas, e também, na conversa!

The Craft Company
The Craft Company - interior da loja
The Craft Company - fio de meia
Além de tudo isto, o mercado da vila foi todo renovado, tem esplanadas e restaurantes e não passa despercebido, mesmo nos dias que não há praça! Lá encontramos o Marisco na Praça, o Patêo do Petisco, o Local -  Your Healthy Kitchen e, uma das minhas últimas e deliciosas descobertas, o Chocolatier Siopa! Que maravilhosa descoberta, tenho que voltar pelas trufas.

Selfie com o peixão! Praça do peixe em Cascais
Mercado da Vila - Praça do peixe
Marisco na Praça
Marisco na Praça


Marisco na Praça
Local
Chocolatier Siopa
Sobe-se a baía, temos a Cidadela, a Marina, o parque e um mar que se perde de vista...
Cidadela de Cascais
Praia e Farol de Sta. Marta

Está quase!

Os presentes já chegaram!

sexta-feira, 6 de maio de 2016

O sabão da mana!

Merecia um post só para ele! A mana fez um sabão natural de azeite e óleo de coco, colorido com argila verde e spirulina, linha do horizonte feita com carvão vegetal e aroma fresco do óleo essencial de menta. Ficou muito giro!

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Há um tempo...

... Natural para tudo. Confia em ti. Aceita o que sentes. Sê verdadeiro. Quando chegar a hora, deixar ir. É hora. Não vai custar.
Há um tempo certo para tudo.  

terça-feira, 3 de maio de 2016

Pós-treino!


Um "carilzinho" para recuperar. O melhor pós-treino que se podia querer!

Em breve, a receita Catarina, não está esquecido.

Um dos ingredientes que utilizo é a mistura de caril feita pela Ervanarea, que é absolutamente deliciosa e não é picante.


Conhece ... a Florbela Graça do “São Sabão”!

Apeteceu-me criar uma secção nova no blog, com entrevistas de pessoas que admiro em várias áreas, por razões diversas, mas que por alguma razão me tocam. Hoje vão conhecer a Florbela Graça. 

Morugem e urtigas frescas, colhidas pela Florbela Graça
Mulher com uma personalidade forte, discurso sereno, bem-humorado e cheio de ensinamentos, um talento enorme para explorar e uma paixão pela partilha, assim é Florbela Graça (Flor), nascida no dia das mentiras, em Sintra. O seu fascínio por ervas e plantas medicinais levou-a ao mundo dos sabões, bálsamos e cremes e hoje, vamos conhece-la um pouco melhor.

Os vários blogues que a Flor tem, deixam transparecer imediatamente a paixão por várias áreas e o seu gosto por escrever e partilhar! O seu trabalho vai muito além da arte de fazer sabão. Foi assim que a conheci, através do blog “São Sabão” e foi assim que começámos a falar. Depois deste blog, muitos outros surgiram, muitas ideias e projectos, mas sempre a mesma paixão, ligada às ervas e plantas, às tradições, ao ciclo feminino, ao que é natural!
Sabão de Karité e Tangerina by Florbela Graça
Criações Caseiras (CC) - O teu trabalho tem muito estudo e pesquisa por trás, mas também muitas experiências. Ligar estes dois mundos, com a parte comercial, não parece nada fácil. Como começaste o teu percurso nesta área?
Poção nº 1 by Florbela Graça
FG - Apesar de me ter começado a interessar por plantas medicinais há algumas décadas, nunca pensei em “seguir” por este caminho…até descobrir a saboaria. Há alguns anos comecei a fazer sabonetes de glicerina, e desde logo me interessou mais a utilização de plantas medicinais nos sabonetes. Em poucas semanas fiz o meu primeiro sabão de azeite, tipo "Castilla"; e deixei os de glicerina. Comecei então a estudar e a fazer experiências com os sabões naturais, a usar as plantas e óleos essenciais. Depois foram algumas experiências com cremes e logo passei para as pomadas medicinais, com uma parceria com um naturopata. A convite, comecei com uns pequenos workshops que depois, à medida que ia pesquisando mais e estudando mais, evoluíram para workshops mais completos, que englobam conhecimentos de saboaria natural, aromaterapia, herbalismo, … mas sim, tudo começou com a saboaria. Só ainda não consegui perceber se sou uma herbalista-saboeira, se uma saboeira-herbalista.
Cera de abelhas by Florbela Graça


CC - Tens diversos blogs. Qual foi o primeiro e como surgiu a ideia?
Florbela Graça (FG) - O primeiro foi o São Sabão. Era um projecto a meias mas talvez o que mais prazer me deu fazer/escrever, quiçá pela “inocência” com que o fiz. Um sentimento que quero resgatar, o prazer da descoberta, junto com o prazer de partilhar algo que nos fascina.

CC - O que mais gostas de fazer nesta área, o que apaixona? Tratar das plantas/ervas, fazer
balsámos, sabões ou ensinar?

FG - Fazer fórmulas! Descobrir/pesquisar as propriedades dos diversos ingredientes e criar as fórmulas novas. Todo o processo de pesquisa, de montar um puzzle seja a partir de uma ideia que surge de repente, seja de um caso específico, de pessoas com determinada questão. E ensinar. Apesar de muitas vezes ficar nervosa e em geral não ser muito dada a convívios, ensinar é me muito grato.
Falar de plantas, sabões, pomadas, tinturas é o que provavelmente faço melhor. Mostrar a outros como se faz, e dessa forma dotá-los de ferramentas e conhecimentos que lhes serão úteis todos os dias, é muito gratificante.

Sabão de Cacau by Florbela Graça
CC - Mãe a tempo inteiro, blogger de vez em quando, administradora do “Saboaria”, fitoterapeuta
(chamo assim?!) de vocação – como é o teu dia-a- dia e como consegues gerir todos estes ofícios?
FG - Não me é fácil. Como sabes não primo pela organização. Sou algo aérea e distraída no dia-a- dia.
Tanto que o bloggar e o escrever ficou um pouco para trás (muito).

CC - Vivemos num mundo onde não é fácil ser-se original, vamos bebendo informação de muitos
sítios. Onde te inspiras? O que ajuda o teu processo criativo?

FG - Onde me inspiro? Suponho que em tudo e em nada…Por vezes a inspiração surge de uma necessidade, de algo que precisa de ser feito, criado (por exemplo um tintura para as gripes, ou um sabão para um fim especifico). Outras de repente, porque estou a pensar, ouvir algo, a ler algo e há um Plim! … e partir dai há um processo de pesquisa e investigação, com alguma intuição à mistura
e experiências. Depende um pouco do que estou a fazer, criar. Por vezes “o criar” é também um processo quase autónomo em que suponho faço uso dos conhecimentos e da intuição. É difícil explicar sem parecer pretensiosa, acho. Escrever também é algo indefinido, talvez seja necessário um método, uma organização que eu não tenho. Escrever as histórias obriga-me a um estado mental que me leva quase fora da realidade e não tem sido compatível ultimamente com as tarefas diárias. Mas preciso encontrar esse espaço, porque a mente está a ficar sobrelotada e a mostrar erros de processamento.
Tintura anti-acne (uso externo) by Florbela Graça
CC - Numa mente criativa como a tua, sei que as ideias proliferam, que projectos tens para o futuro
mais próximo? Podes partilhar algum?

FG - Ui!... Muitas ideias! Por vezes acho que demasiadas. Posso partilhar que tenho algumas ideias ligadas a artesanato, a artes decorativas, Quero recuperar o bloggar, vamos a ver qual (sim eu sei, demasiados… foram fases.), quero escrever. E o resto logo se verá…

CC - Sei que gostas muito de ler, estudar e aprender. O que gostarias de aprender/alcançar nos
próximos anos?

Gostaria de ganhar o euromilhões, ser feliz e recuperar a esperança na humanidade. Brincando,
brincando…

Agora completa as frases:
Quando era criança queria ser… Feliz…
Todos os dias preciso de… Rir…
Sorrio sempre que… me apetece…
Não vivo sem… emoções…
Os ingredientes que mais gosto de usar são... plantas nas suas diversas formas de
apresentação…
O meu sonho é fazer sabão com… magia
Daqui a 5 anos… terei 55 anos… ;) já é altura de ter juízo, não? Errr talvez ainda não…
 
Podes encontrar a Florbela Graça e o seu trabalho aqui:
http://saosabao.blogspot.pt/
http://aboticadacoruja.blogspot.pt/
http://cronicasdesabao.blogspot.pt/
http://acorujadomontesuntria.blogspot.pt/
http://artesdesuntria.blogspot.pt/
http://suntrialquimias.blogspot.pt/  
 
Tenho que fazer um agradecimento especial à Flor, não só por todos os ensinamentos, mas também porque, desde 2011 administra o grupo "Saboaria" comigo, sem ela não seria possível! Porque a admiro muito, fiz questão que fosse a minha primeira entrevistada. Obrigada Flor!